Análise de Jogos

Pela Série B, Guarani e Vasco jogaram na Arena Amazônia lotada, mas não conseguiram chegar ao gol.

Primeiro tempo:

O jogo começou muito movimentado, com as equipes correndo e se desdobrando sem a bola, mas com poucas chances sendo criadas. O Guarani chegou primeiro com dois chutes de fora da área. Júlio César e Diogo Mateus arriscaram, mas ambos pararam no goleiro Thiago Rodrigues.

O Vasco teve muitos problemas para criar oportunidades claras e o Bugre seguiu levando muito perigo durante todo o primeiro tempo. Já na parte final, aos 39, Giovanni Augusto acertou a trave e na sobra, Lucão do Break cabeceou e novamente, o goleiro salvou o Cruzmaltino.

Com este cenário, as equipes foram para o intervalo com o placar empatado em 0 a 0. O time paulista teve o domínio das ações ofensivas durante todos os 45 minutos iniciais, obrigando Thiago Rodrigues a fazer grandes defesas. Já o Vasco, teve problemas no setor defensivo, cedendo grandes chances ao adversário, e no ataque, pouco ameaçou o gol de Maurício Kozlinski.

Foto: Twitter @geglobo

Segundo tempo:

Ao contrário do que vinha ocorrendo na etapa inicial, o Vasco voltou do intervalo levando perigo ao gol do Guarani. Figueiredo arriscou um chute de fora e obrigou Kozlinski a fazer uma grande defesa. No escanteio, Raniel cabeceou por cima, assustando os bugrinos.

Apesar do bom início dos cariocas, o jogo desceu muito de nível na sequência da etapa final. O Cruzmaltino seguiu com problemas criativos, levando pouco perigo no ataque e o Guarani não conseguiu manter o mesmo ímpeto ofensivo do primeiro tempo.

O jogo chegou ao final empatado em 0 a 0. Com este resultado, o Vasco chega aos 14 pontos e fica na terceira colocação da Série B. Já o Bugre, segue na zona de rebaixamento, em décimo sétimo, com oito pontos.