Destaques Principais

Tricolor supera susto com gol relâmpago, sofrido no início da partida e reverte derrota do jogo de ida, com vitória por 9 a 1

Primeiro tempo

O 4 de julho já começou a partida em altíssima rotação e logo com apenas incríveis 29 segundos de jogo, Dudu Beberibe aproveitou a desatenção da defesa tricolor e avançou pelo centro do campo para abrir o placar a favor dos visitantes. 0 a 1.

Momento do gol relâmpago de Dudu Beberibe. Foto: Antonio Molina/AM Press & Images/Gazeta Press

O São Paulo, precisando desesperadamente do resultado, passou a dominar a posse de bola e povoar o campo de ataque, mas sem tanta infiltração na defesa dos piauienses. Isso até Luciano aparecer na segunda trave, após cobrança de escanteio, igualar o marcador. 1 a 1.

Minutos depois, veio a virada, quando novamente pelos pés de Luciano, o atacante recebeu passe de Rodrigo Nestor e deixou Pablo na boa, para empurrar de carrinho, ao fundo das redes. 2 a 1.

Pablo após seu tento. Foto: Mauro Horita

O Tricolor tomou a frente do agregado, quando Rigoni venceu seu marcador pelo flanco direito e cruzou para a cabeçada de Gabriel Sara, que tocou caprichosamente no travessão, antes de ultrapassar a linha do gol. 3 a 1.

Dentro de suas limitações técnicas, o 4 de Julho até tentou alguma reação, chegando a acertar o travessão de Volpi, em cobrança de falta de Esquerdinha, mas parando por aí. Encerrando-se assim a primeira etapa.

Segundo tempo

Assim como no primeiro tempo, os visitantes iniciaram a etapa final de maneira fulminante ao ataque, logo reclamando de suposto pênalti de Igor Vinícius em Dudu, após disputa na área. Árbitro ordenou o prosseguimento da peleja. E minutos depois, Pica-Pau arriscou de longa distância e obrigou Volpi a efetuar grande defesa.

Porém, o São Paulo tratou de retomar as rédeas do jogo rapidamente, até Gabriel Sara, pela esquerda, acionar Pablo, no centro da área, que dominou, girou e finalizou no canto esquerdo, anotando o quarto tento são-paulino e escancarando a fragilidade defensiva do adversário. 4 a 1.

Um pouco mais tarde, foi a vez de Rigoni, muito merecidamente, contar com desvio na zaga rival, para anotar o seu primeiro gol com a camisa do Tricolor e ampliar a goleada. 5 a 1.

Rigoni já era um dos melhores em campo. Foto: Van Campos/Ofotografico/Gazeta Press.

Bruno Alves também deixou sua marca, mergulhando de peixinho para conferir cruzamento vindo de escanteio, com o 4 de Julho já abatido em campo. 6 a 1.

O tento seguinte, foi contra. Chico Bala tentou afastar lançamento na direção de Igor Vinícius, e acabou cabeceando contra o próprio patrimônio. 7 a 1.

E em um lance de muita confusão na pequena área, Pablo registrou seu hat-trick, aos trancos e barrancos, deixou seu terceiro tento na partida. 8 a 1. E Luciano fechou, já no apagar das luzes. 9 a 1.

Terminando assim uma goleada acachapante do São Paulo, que lhe coloca na próxima fase da Copa do Brasil.